Quarta, 19 de Janeiro de 2022 08:09
(11) 5090-2240
22°

Alguma nebulosidade

São Paulo - SP

Dólar com.

R$ 5,57

Euro

R$ 6,31

Peso Arg.

R$ 0,05

Notícias Dados surpreendentes

CUT e OIT apresentam pesquisa que relata o precário trabalho de entregadores por aplicativos

Trabalhadores enfrentam longas jornadas de trabalho sem nenhum direito e o pior: tem rendimento negativo em termos salariais

20/12/2021 10h27 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação Fonte: Febramoto com OIT - CUT
Divulgação
Divulgação

A pesquisa ajudou a identificar o quanto o processo de precarização do trabalho assalariado foi acelerado nas últimas décadas, principalmente pelas empresas de aplicativos que atuam no transporte de mercadorias e passageiros, configurando uma das questões-chave para o que é chamado de ‘uberização do trabalho’.

O estudo apresentado na sexta-feira (17/12) revelou casos de trabalhadores que têm jornada de 13 horas para obter renda líquida/hora de R$ 0,59, a média é de R$ 5,03. E pode ser ainda pior devido a relatos de entregadores que trabalham sete dias por semana, de 12 a 18 horas por dia, tendo renda líquida -R$ 0,86, ou seja, um rendimento salarial negativo.

Este é apenas um dos dados relatados na cartilha "Condições de Direitos e Diálogo Social para Trabalhadoras e Trabalhadores do Setor de Entrega por Aplicativo em Brasília e Recife", produzida por pesquisadores do Instituto Observatório Social, da Universidade de Brasília (UnB) e da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) com apoio da CUT (Central Única dos Trabalhadores e OIT (Organização Internacional do Trabalho), tendo como base dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio), do IBGE.

O estudo que durou 18 meses, entre outras questões, ainda aponta:

  • Nove de cada dez trabalhadores para plataformas de aplicativos de entrega são homens (92%);
  • Maioria dos trabalhadores é jovem (até 30 anos), preta ou parda (68%);
  • Renda mensal é de R$ 1.172,63, o que representa um ganho líquido de R$ 5,03 por hora trabalhada;
  • Existência de relação de subordinação, perfil dos entregadores, perfil sociodemográfico, as condições de trabalho, o poder das empresas de aplicativos e a precária logística do trabalho da categoria.

O objetivo da pesquisa é construir instrumentos para que as entidades envolvidas nesse projeto de cooperação possam nortear o fortalecimento de espaços de diálogo social e desenvolver propostas, ações e campanhas de conscientização desses trabalhadores sobre seus direitos humanos, sociais e trabalhistas.

Clique aqui e confira o estudo / pesquisa na íntegra.

 

Leia também iFood realiza fórum com youtubers, sem o MPT e representantes legítimos da categoria

FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ACONTECE NO SETOR DE MOTOFRETE... leia o Jornal A Voz do Motoboy, clique aqui.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São Paulo - SP
Atualizado às 08h04 - Fonte: Climatempo
22°
Alguma nebulosidade

Mín. 20° Máx. 32°

22° Sensação
7 km/h Vento
78% Umidade do ar
90% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (20/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sexta (21/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.